Companhia aérea vai cobrar por uso de banheiro no avião

Para defecar durante os voos, uma pequena taxa será cobrada.
Para defecar durante os voos, uma pequena taxa será cobrada.

A companhia aérea de baixo custo Air Berlim anunciou hoje pela manhã que passará a cobrar os passageiros que quiserem usar os banheiros de suas aeronaves durantes os voos.

A medida já começou a causa polêmica. Para Günter Verheugen, empresário de 42 anos que vive em Munique, as viagens acabarão saindo muito mais caras: “estamos na Alemanha, nosso povo é movido a cerveja. E quem bebe cerveja, você sabe… tem que ir até o banheiro frequentemente para aliviar a bexiga. Dependendo do destino e do tempo da viagem, vai compensar mais a pena escolher uma companhia que não cobre por esse uso”, afirmou.

Por outro lado, a medida agradou a outros passageiros que são clientes leais da companhia: “não vejo problema algum em cobrar pela ida ao toalete. Veja bem, eu sou menina, não faço minhas necessidades num banheiro que não seja o da minha casa. Quem precisa se preocupar com a novidade são os homens que se entopem de chucrute (tradicional repolho alemão)”, declarou Katja Ebstein, dona de casa de Hamburgo.

Diante da polêmica, o vice-presidente de marketing da companhia Karl Dietrich enviou um comunicado à imprensa, onde afirma que: “de forma alguma, com a cobrança pelo uso do banheiro, queremos segregar ou penalizar nossos passageiros. Quem não quiser pagar pelo uso do toalete, terá uma alternativa: na parte de trás de cada assento, além dos tradicionais saquinhos de vômito, deixaremos um outro, que será chamado de “saquinho dos dejetos”: ele poderá ser usado por qualquer passageiro para urinar ou fazer fezes”.

As regras passam a entrar em vigor a partir do próximos mês.