Vôlei é rebaixado a brincadeira de rua; queimada vira esporte

A nova Seleção Brasileira de Vôlei poderá treinar apenas em pisos de asfalto.

A Confederação Internacional de Padronização de Desportos (ICDP) anunciou nessa manhã, na sua sede em Zurique, Suiça, o que muitos fãs de Vôlei já temiam há algumas semanas.

A ameaça se confirmou e o esporte foi rebaixado à Brincadeira de Rua. Para compensar a perda, a Queimada elevou seu patamar e agora é a sua substituta.

Para Joseph Rinbaud, vice-secretário da ICDP, o principal motivo para esse rebaixamento foi a metamorfose que o esporte foi sofrendo ao longo do tempo.

“O vôlei começou como um esporte nobre, privilegiando a parte técnica e estratégica, além de uma premissa basica: o uso de apenas os braços e mãos. Hoje em dia, no entanto, pode-se usar livremente joelho, pés, etc. Perdeu-se aquela coisa do do vôlei-arte, o objetivo do jogo se tornou apenas não deixar a bola cair no chão”, explica.

A atacante da seleção Giba declarou no início da tarde que, com pesar, concorda e acata a dedisão da entidade. “É verdade que o vôlei já havia perdido o seu charme faz algum tempo. Vendo o lado benéfico dessa decisão de rebaixá-lo à brincadeira de rua, agora poderemos jogar vôlei com menos responsabilidade e pressão, mais soltos. Além do mais, poderei praticar outros jogos dessa categoria, como Esconde-esconde e Mãe da Rua. São muito mais lúdicos e divertidos de se praticar do que vôlei”.

Outra organização que ficou bastante contente com a decisão foi a recém-criada Confederação Brasileira de Queimada. “Nós nem acreditamos quando saiu a notícia.

Estavamos torcendo muito, mas sabiámos que os concorrentes eram fortíssimos candidatos, afinal, existem muitos praticantes de Pega Ladrão, Cabra Cega e Handball por todo o mundo. Mas ainda bem que o ICDP olhou com carinho nosso, agora sim, esporte, levando em conta todo o seu potencial comercial”, vibrou Armando Firenze, técnico da Seleção Brasileira de Queimada.

Além do rebaixamento do status do Vôlei, deixam de existir todas as ligas internacionais ligadas ao ex-esporte, além de sua exclusão das Olímpiadas já a partir de 2012, em Londres.