Twitter derruba apenas usuários brasileiros; saiba como evitar

Se o usuário brasileiro se deparar com a baleia, basta mudar o país no Twitter na opção 'Time Zone'

Como todo mundo sabe, o internauta brasileiro adora uma rede social. Primeiro dominou o Orkut, depois veio o Twitter e agora o Brasil já tem uma multidão dentro do Facebook. O que isso acarreta é uma terrível sobrecarga nos servidores destes serviços, fazendo com que a baleia do Twitter, por exemplo, apareça a todo momento, dizendo que os seus servidores estão acima da capacidade.

O que pouca gente sabe é que esse problema não acontece igual no mundo inteiro e, se você quiser, também é possível manter sua conexão com o Twitter 100% ativa em tempo integral.

Segundo o famoso blogueiro Marlos Mardoso, tudo o que você precisa fazer é ajustar suas configurações de usuário, cadastrando-se como norte-americano ou europeu. De acordo com o especialista em Mídias Sociais, para mudar de país, entre nas opções “Settings” e no campo de fuso horário “Time Zone” escolha uma opção como, por exemplo, “Pacific Time” nos Estados Unidos.

“O que acontece é que os brasileiros invadiram o Twitter de uma maneira muito abrupta que, quando existe uma sobrecarga nos servidores do Twitter, a primeira coisa que eles fazem é desviar o tráfego, derrubando os brasileiros para preservar a conexão de americanos e europeus”, revela Matoso.

Procurado pela reportagem do Diário de Barrelas, o sócio-fundador do Twitter, Bizz Stone, negou tudo.
“Eu adoro o Brasil. Eu tenho um carinho muito grande por esta terra e jamais permitiria que os servidores fossem derrubados apenas aí”, disse Stone. “Para muitos sites os brasileiros são como uma nuvem de gafanhotos que devoram tudo por onde passam. Veja só o que aconteceu com o Orkut, que hoje está às moscas. Mas para mim, isso não existe e os brasileiros podem continuar acessando o Twitter até cair”.
Seja isso verdade, ou não, o Twitter já anunciou que prepara um versão twitter.com.br com a tela da baleia traduzida para o Português.

“Percebemos que muitas pessoas não entendem que com aquela frase estamos pedindo para elas tentarem mais tarde, e aí elas ficam dando refresh na página sem parar, congestionando ainda mais os nosso servidores”, revelou uma fonte do Twitter que preferiu se manter anônima. “Esperamos assim reduzir o número de acessos desnecessários”, justificou.