Tucanos da Fiel e Dragões do PT não poderão votar uniformizados

Policiamento será reforçado para o clássico desse Domingo.

Em reunião na sede da Policia Militar, envolvendo os líderes das torcidas de PT e PSDB, foi organizado todo o esquema de policiamento para o segundo turno das eleições, que ocorrerá nesse domingo.

Segundo o Coronel Palhares, responsável pela operação, o esquema de segurança reforçado envolverá membros do 3º batalhão de choque da PM e também guarda montada.

Haverá um efetivo de 300 oficiais dentro dos colégios eleitorais e 800 homens nas cercanias dos locais de votação. Essa quantidade é 20% maior do que a destacada para o primeiro turno.

Para evitar o encontro das torcidas nas ruas da cidade, ficou decidido que a Tucanos da Fiel usará a Francisco Morato e João Jorge Saad; já os integrantes da Dragões do PT deverão se utilizar da Oscar Americano e Giovanni Gronchi.

A PM também aumentará o efetivo em locais com históricos de confronto, como nas estações de metrô do Anhangabaú e Barra Funda. Além de não poderem ir às urnas uniformizados, também não será permitido entrar nos locais de votação portando bandeiras com mastros, objetos pontiagudos e armas de fogo.

Os diretores de ambas as agremiações se declararam satisfeitas com as resoluções: “o que aconteceu no Rio de Janeiro já passou. Nem no carnaval temos tido problemas de confrontos nos últimos anos. Apesar da dificuldade de comandar uma massa, tenho certeza que o domingo será de paz. Vamos invadir os colégios de vermelho”, declarou Afonso Fraga, presidente da Dragões.

Já Anibal Gomes, líder da Tucanos, frisou que procura sempre colaborar com a PM: “em dias de votação importante, como teremos agora, nosso foco será apenas em votar e torcer. Azul na cabeça!”