Tenda do Sexo na Campus Party tem baixa adesão; organização nega

Participantes têm entrado nas tendas com revistas debaixo do braço

Passados quatro dias do início do evento, parece que uma das grandes novidades da edição desse ano da Campus Party ainda não engrenou. A Tenda do Sexo, como foi carinhosamente batizada pelos organizadores, teve baixa participação do público até o momento.

“Acreditamos que o público ainda está tomando conhecimento do novo local”, afirmou hoje pela manhã Leninha Fernandes, Coordenadora da área de Physical Contact. “Além disso, observamos durante toda quinta-feira, um incremento na quantidade de campuseiros, principalmente do público masculino, adentrando na área reservada com revistas enroladas embaixo do braço”.

Alguns frequentadores gostaram da novidade. “Faltava mesmo um local dentro da arena (área onde os campuseiros acampam) onde alguns frequentadores mais, digamos, estranhos, pudessem liberar sua libido e praticar o coito”, atestou Jacob Galeto, tuiteiro e frequentador do evento desde a primeira edição; por outro lado, outros geeks alegam que incentivar a prática sexual mancha o evento. Luli Pequena, blogueira, explica. “Estamos aqui para nos divertir e expressar nossa nerdisse, e não para perder o foco com relações carnais”

Segundo Fernandes, a organização já identificou uma melhoria para 2012. “Vai ser incentivado mais contato físico. A ideia é ter uma MicaCampus, com muita bebida alcoolica e música de balada. Estamos nos espelhando nas festas do Big Brother que, com sucesso, consegue fazer com que pessoas confinadas se relacionem mais”.

E, junto das festas, a organização irá promover palestras de educação sexual. “Assim evitamos que os campuseiros fiquem com dúvidas sobre o que fazer”, completou Fernandes.