Spielberg relançará “E.T.” em versão bacteriana

A nova edição irá comemorar os 30 anos da estreia

O diretor Steven Spielberg confirmou nesta sexta-feira que vai relançar com nova roupagem o filme “E.T. – O Extraterrestre” de 1982.

O anúncio ocorre um dia após a NASA divulgar dados indicando que há vida fora da Terra e que ela se manifesta sob a forma de bactérias.

Segundo a revista “Variety”, a versão atualizada de “E.T.” terá novos efeitos especiais e nova remasterização. No novo filme, o pequeno E.T. será substituído digitalmente por uma bactéria autotrófica.

“Eu não quero ganhar mais dinheiro com mais esse relançamento”, contou Steven Spielberg à revista. “Apenas acho importante adaptar minha obra às descobertas recentes da ciência”.

Para se adequar aos novos tempos, algumas mudanças no roteiro foram necessárias.

“A grande novidade é a forma com que o E.T. encontrará Elliot pela primeira vez. Será mágico”, explica o diretor. “O menino pegará uma infecção alimentar após comer pizza. Elliot então irá ao banheiro para fazer contato com E.T. justo quando vomita no trono”, antecipou Spielberg.

Para criar as novas cenas, os produtores confirmaram que serão usados muitos recursos de computação gráfica.

“Quando relançamos “E.T.” pela primeira vez em 2002, a tecnologia da época permitiu apenas substituir as armas dos agentes do FBI por walkie-talkies”, afirma Maurice Chung, diretor de efeitos especiais.

“Desta vez, a intervenção será bem maior. Vamos conseguir recriar cenas, alterar diálogos e apagar todas partes ofensivas dos corpos dos atores”, conta Chung. “Tudo isso vai deixar o filme adequado para que as novas gerações conheçam esse clássico do cinema”.

Questionado sobre se pretende filmar uma sequência de “E.T.” Spielberg foi enfático.

“Já filmei tudo o que queria na minha vida. Agora quero relançar tudo o que fiz com nova roupagem”, repondeu. “Não quero correr o risco de destruir um personagem como fiz nesse último “Indiana Jones”, admitiu o cineasta.

O lançamento de “E.T. – A Bactéria” nos cinemas será em 2012, quando o clássico completa 30 anos.