Serra diz que se contenta com vaga na Sul-Americana

Mesmo chegando à Sul-Americana, Serra não está garantido para as próximas disputas.

Ocupando atualmente a 2ª posição do campeonato, o candidato José Serra admitiu ontem que mira agora uma vaga na Sul-Americana.

No debate desta quinta, Serra foi derrotado por 5 x 4. A derrota do tucano foi desenhada ainda no primeiro bloco, quando Dilma encaixou 2 réplicas no canto do ex-governador.

Logo após o debate, o candidato admitiu pela primeira vez que será difícil vencer o pleito no próximo domingo.

“Precisamos ser realistas, agora não dá mais para nossa equipe”, lamentou Serra. “Chegar à Presidência foi ficando difícl e agora nem o G3 está garantido. Honestamente, não acredito na Libertadores, acho que devemos mirar a Sul-Americana, o que é bastante digno para meu elenco”.

Pela última pesquisa divulgada pelo Datafolha, Serra aparece com 28 pontos na tabela, ainda bem distante dos 52 pontos obtidos por sua principal adversária, a petista Dilma Rousseff.

Questionado sobre a dedicação à competição sulamericana em caso de classificação, foi bastante agressivo em sua resposta. Ele negou que a classificação seria um prêmio de consolação.

“Veja só, quando fui prefeito e governador de São Paulo, em ambas as ocasiões assinei termos me comprometendo a ficar até o final do governo e, no entanto, nas duas oportunidades abandonei os cargos para disputar novas eleições, sempre pensando no bem da equipe”, explicou Serra. “A real é que a Sul-Americana não tem o mesmo valor, mas ao menos deixa a rapaziada, o pessoal da militância mais animado, com um objetivo a ser atingido”.

Pelas novas regras do Superior Tribunal Federal decididas na manhã de hoje, caso o pleito seja definido ainda no primeiro turno, o segundo colocado ganha vaga direto para a Copa Sul-Americana.

Já o terceiro colocado, provavelmente a alviverde Marina Silva, disputará repescagem com o segundo colocado na próxima eleição presidencial a ser realizada na Argentina, em 2011

Após as declarações de Serra, David Rampastos, o coordenador técnico do PSDB, disse que o partido será poupado nos próximos meses e projeta uma campanha mais ambiciosa para 2014.

“Em nosso Centro de Treinamendo de Belo Horizonte há um rapaz novo que promete ser a grande sensação do próximo campeonato”, explicou Rampastos. “Ainda não posso falar quem é, mas com ele, poderemos reagir e voltar a sonhar mais alto”.