Sem Petkovic, Sérvia Comemora Título do Flamengo nas Ruas

A nação Sérvia amanheceu em festa nesta segunda-feira para comemorar pela sexta vez o título do Campeonato Brasileiro conquistado ontem pelo Flamengo. Nunca na história daquele país a festa por um esporte foi tão grande e a capital Belgrado ficou pequena para celebrar a vitória rubro-negra sobre o Grêmio por 2 x 1.
.

A população de Belgrado comemorou o título do Flamengo com muita dança folclórica e doces típicos
A população de Belgrado comemorou o título do Flamengo com muita dança folclórica e doces típicos

.

Os sérvios foram às ruas para dancar o tradicional ritmo Kolo. Em vestes rubro-negras, os homens dançavam todos juntos e de mão dadas, movimentando-se apenas do quadril para baixo. A dança lembrava muito a comissão de frente do Salgueiro e a alegria era geral.

Apesar de toda a comemoração, a imprensa local nega que a festa tenha relação com o jogador sério Petkovic, principal atleta do Flamengo no Campeonato deste ano.

A Ministra do Interior da Sérvia Monika Janković é do Mengão.
A Ministra do Interior da Sérvia, Monika Janković, também é do Mengão.

Por incrível que pareça, a Sérvia ignora a existência de Petkovic há anos. Ele não joga pela Seleção Sérvia e alguns críticos o apelidaram de “O Brazuca”, ofensa máxima naquele país.

“A Sérvia tem uma relação forte com o Flamengo, muito antes do “Rambo” Petkovic ir jogar no Brasil”, afirmou Dmitri Kfouri, jornalista esportivo sérvio. “Flamengo é uma coisa que está no nosso sangue há muito tempo”, concluiu.

Curiosamente, a cidade de Belgrado, não possui um time de futebol de tradição. Durante os anos 80 e 90, os jogos do Flamengo eram os únicos transmitidos pela Globo Internacional. Com o país em guerra e sem opções do que assistir na TV, a população acabou adotando o Rubro Negro da Gávea como time do coração.

A festa pelo Campeonato Brasileiro invadiu a tarde desta segunda nas principais vias de Belgrado. O governo municipal decretou ponto facultativo na cidade e a festa tomou conta de praças e inclusive do gabinete de governo, também de maioria rubro-negra.

Mesmo com grande quantidade de pessoas,  a comemoração em Belgrado e adjacências ocorreu em incidentes.