São Paulo registra a noite mais escura do ano

A cidade de São Paulo voltou a registrar nesta terça-feira a madrugada mais escura desde o início do ano.

De acordo medições do INMPAR (Instituto Nacional de Medições Paralelas) os fotômetros chegaram a marcar uma intensidade luminosa de 12 candelas.

Na noite anterior havia sido registrado o índice de 20 candelas. A candela (cd) é a unidade de medida para intensidade luminosa. A luz de uma vela, por exemplo, emite cerca de 1 cd.

Na região de Guaratinguetá, uma das mais escuras do estado de São Paulo, o indíce de luminosidade chegou a níveis assutadores. No município de Queluz foi registrada luminosidade abaixo de zero.

A queda da luminosidade é resultado da presença de uma massa de trevas que paira sobre o estado. A escuridão noturna deve continuar até o final da próxima semana.

Até lá, resta a população encontrar maneiras de aproveitar melhor essa estação de breu.

“Nesta época do ano é ótimo para dormir, por causa desse escurinho gostoso”, comentou Cristina Miranda Leite, moradora do bairro do Sumaré. “Felizmente, quando eu acordei hoje cedo, o escuro já havia passado”, completou.