Rio de Janeiro auxiliará Cidade do Cabo na criação de favelas

Os morros da Cidade do Cabo são "verdinhos demais" e perfeitos para ganhar favelas, segundo Eduardo Paes.

Mesmo com o fim da Copa do Mundo para o Brasil, a África do Sul continua oferecendo oportunidades de investimentos para o capital brasileiro.

O mais novo empreendimento tupiniquim na terra dos Bafana Bafana foi anunciado na manhã de hoje pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

De acordo com Paes, serão construídas 29 favelas típicas cariocas nos morros da Cidade do Cabo até o final de 2012.

“Durante toda a Copa, ficamos atentos a dezenas de oportunidades de negócios, mas nenhuma que dominássemos tanto como ocupação urbana de morros”, comentou o prefeito carioca.

“A Cidade do Cabo possui extensa cadeia de morros, igualzinho ao Rio. Porém, lá eles ainda estão verdinhos, com muita mata nativa e ninguém morando. Entramos em contato com a prefeitura da Cidade do Cabo e eles adoraram nosso modelo de ocupação”, explicou.

Com a parceria, o Rio de Janeiro exportará engenheiros e urbaninstas para a Àfica do Sul e deve faturar cerca de 28 milhões de dólares por ano pelos royalties de cada projeto de favela implantada no exterior.

Com mais de 160 favelas construídas, o município do Rio de Janeiro é considerado a maior autoridade no assunto. “O que evidencia a necessidade deles é a falta de espaço. A Cidade do Cabo já está super povoada. Eles precisam expandir as fronteiras para crescer, e o morros sempre são o local mais indicado”, justificou Paes.

Na avaliação do prefeito da Cidade do Cabo, Helen Zille, é muito grande a expectativa pelo trabalho da equipe da Cidade Maravilhosa. “Através de filmes como ‘Cidade de Deus’ e ‘Tropa de Elite’ vimos como esse formato de moradia em favelas traz benefícios ao cidadão”, comentou Zille.

“Há uma enorme interação na comunidade, com a realização de bailes e outros eventos, todos celebrados com muita festa. Inclusive, acho muito interessante esse hábito de comemorações com tiros para o céu, certamente nossa população adotará por aqui”, concluiu.

O plano de urbanização dos morros da Cidade do Cabo tem início previsto para março do ano que vem.