Protesto em São Paulo pede Big Brother Eterno

Centenas de pessoas foram às ruas para pedir a exibição contínua do programa da Globo.

A população de São Paulo foi às ruas na manhã desta quarta-feira para exigir a exibição eterna do reality show Big Brother Brasil (BBB) da Rede Globo.

A manifestação foi organizada pela Associação Paulista de Espectadores (APE) formada por jovens estudantes e donas-de-casa.

A principal reinvidicação do protesto foi pedir à emissora que não pare de exibir o BBB entre  os meses de maio e dezembro quando, segundo eles, “não há outra porcaria para ver”.

Outro pedido da manifestação foi a criação de mais celebridades instatâneas, os chamados ex-BBBs.

De acordo com estimativa da APE, se o Big Brother rodasse o ano todo, seriam produzido 75 ex-BBBs por ano, satisfazendo a necessidade do público por esse tipo de gente.

Produtores da Globo afirmaram que não existe a intenção de prolongar o programa. “Já existem outros programas de nível similar que divertem  telespectadores, como aquele da fazenda”, defendeu Carlos Felipe de Vasconcelos, diretor de produção da emissora.

De acordo com a Polícia Militar, cerca de 7 mil pessoas participaram do protesto e não houve incidentes, exceto uma quantidade grande de baba nas calçadas para limpar.