Prefeitura de SP promete 100% de semáforos apagados em 2012

Prefeitura realiza ação para economizar energia elétrica desligando semáforos

Se nos últimos dias o paulistano tem convivido com semáforos delisgados ao dirigir pelas ruas da capital, ele já pode ir se preparando para incorporar esse fato na sua rotina.

Hoje pela manhã, em declaração para a imprensa, o secretário adjunto de transportes afirmou que os cicadãos estão passando por um período de testes, e que o município planeja tirar de funcionamento de 25 a 30% dos semáforos hoje existentes.

“A razão para que façamos isso é muito simples: eficiência de gastos”, afirmou Alexandre Fontes.

“Durante o ano passado, observamos que quase 40% da energia elétrica que a cidade consome vem dos semáforos. É uma fatia muito alta, sendo que são ferramentas ficam cerca 8 horas, quase um terça do dia ociosas, só tem real utilidade entre 6 da manhã e 10 da noite”.

Segundo Fontes, a prefeitura aproveitou as últimas semanas de intensas chuvas para fazer testes de “stress”, verificando se seria aceitável a ausência de alguns semáforos em dias de chuvas torrenciais (quando o trânsito se complica ainda mais).

“O período de testes foi um sucesso. Nos dias de chuvas mais intensas, desligamos os semáforos de algumas avenidas sem grande movimento, como Rebouças x Brasil e Paulista x Brigadeiro Luis Antonio. O resultado é que os acidentes aumentam apenas 27%, contra uma economia de 180.000 Megawatt por hora. A conta fecha”.

Fontes anunciou que os semáforos que deixarão de funcionar serão desligados a partir de abril. Além disso, ao ser perguntado sobre o destino da verba economizada, se seria destinada à saúde ou educação, não titubeou.

“Toda a economia de luz ao longo do ano será usada na árvora de natal do ibirapuera. Temos o objetivo de criar a árvore de natal mais iluminada do mundo”.