Por mudança na redação, Enem registra recorde de ‘pérolas’

Pérolas do Enem aumentaram consideravelmente em 2010

Realizado no último fim-de-semana, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) trouxe dados reveladores sobre a educação brasileira. Em comparação com os resultados do ano passado, há uma perceptiva melhora nas notas de Educação Física e Educação Artística. Porém, o desempenho dos alunos em redação tem piorado a cada ano.

A avaliação média para os textos feitos pelos alunos despencou de 5,43 para 3,21.

Joaquim Moreira, professor-pesquisador da Universidade Federal de Pindamonhangaba, credita a queda à mudança do tema proposto. “No ano passado o aluno tinha tema livre para escrever. Então, muitos escreveram sobre banalidades como as suas férias ou futebol. Porém, eram banalidades bem baseadas, era de conhecimento do aluno”, afirmou.

“Em 2010, esse cenário mudou. Como tema, foi obrigatório escrever sobre as eleições presidenciais. Como o assunto não é corriqueiro na vida de nossos adolescentes, foram produzidos péssimos textos, diminuindo a nota média nacional”, explicou Moreira. “Sabe aqueles e-mails que você recebe normalmente como ‘Pérolas do ENEM’? Pode se preparar, o de 2010 será repleto erros de gramática, concordância e argumentação”.

Segundo fontes do Diário de Barrelas, muitas redações foram anuladas por serem incompreensíveis ou fugirem do tema. Com exclusividade, nossa equipe teve acesso a essas avaliações e traz algumas dessas pérolas para você, nosso leitor.

– O Brasil não teve mulheres presidentes mas várias primeiras-damas foram do sexo feminino
– Se Lula pode ser presidente, o Povo Pol tinha qui ser eleito. Os 2 são crustacios
– Na Grécia a democracia funcionava muito bem porque os que não estavam de acordo se envenenavam.
– A Previdência Social assegura o direito a enfermidade coletiva
– Vamos deixar de sermos egoístas e pensarmos um pouco mais em nós mesmos
– O bem star dos abtantes da nossacidade muitoendepende dogoverno federalcapixa
– Não cei se o presidente estámelhorando asinsdiferenças sociais oupromovendo osarneamento dospobres. Me pré-ocupa oavanço regresssivo daviolência urbana