Palmeiras dá novo lance e lidera leilão online por Ronaldinho

Três clubes já estão participando do bazar de Ronaldinho Gaúcho na internet.

Após a liberação do Milan, Ronaldinho Gaúcho desembarcou no Rio de Janeiro para acompanhar de perto o andamento dos lances por sua contratação em 2010.

Enquanto frequenta churrascarias e restaurantes, o jogador está em contato direto com seu irmão e empresário para se atualizar sobre o leilão online que definirá seu novo clube.

Para facilitar as negociações e descomplicar a atribulada agenda do atleta, os interessados em sua contratação poderão fazer as suas ofertas pela internet.

Tudo isso será possível graças a uma inovadora parceria com um famoso site de leilões.

Até ontem, três grandes clubes disputavam lance a lance a contratação do craque brasileiro. Porém, temendo perder espaço nas entrevistas coletivas do clube, Renato Gaúcho pediu para o Grêmio retirar suas ofertas pelo ex-jogador do Milan.

Com isso, dirigentes de Palmeiras e Flamengo se mostraram mais confiantes com os lances feitos no leilão.

“Estamos entusiasmados, dando F5 na página o dia inteiro. Já percebemos que o Grêmio desistiu e vimos que a oferta do Flamengo não é tão boa assim”, disse Enzo Gorlomi, diretor de futebol do clube paulista.

“Vimos lá na área de perguntas que o Flamengo ofereceu a ele uma balada por semana e um Playstation 2 usado, e nada demais. Escrevemos que, além de um belo salário, garantiremos ao Ronaldinho parte da receita gerada pela nossa Arena assim que ela for inaugurada em 2022”, complementou Gorlomi.

Segundo o diretor palmeirense, a negociação online facilita. “Além de ter transparência, é bom porque podemos parcelar tudo em 12 vezes. Então, um salário de 1 milhão e 300 mil vira uma parcelinha de pouco mais de 108 mil reais por mês. Esse recurso realmente viabilizou a contratação”, entusiasmou-se o diretor.

Porém, procurado pela reportagem do Diário de Barrelas, o empresário do jogador disse para Gorlomi ter calma. “Não há nada definido, ainda temos 2 dias e duas horas de leilão. Não é porque o lance do Palmeiras está mais alto agora que irá vencer ao final. Até lá outros clubes têm tempo de fazer uma melhor oferta e saírem vencedores”, confidenciou Assis, irmão e agente do atleta.