“Milhões de pessoas morreram durante Governo do PT”, ataca Aécio

Dados do próprio Governo comprovam que milhões de pessoas morrem no país.

Antecipando-se ao calendário eleitoral, o provável candidato tucano à Presidência, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) disparou nesta terça-feira fortes ataques ao governos dos presidentes Lula e Dilma.

Segundo Aécio, dados preliminares do resultado do Censo 2014 revelam que milhões de brasileiros morreram desde 2003.

“Quando o PT assumiu o governo, cerca de 8,5 milhões de brasileiros tinham 85 anos de idade ou mais. Hoje, oito anos depois, quase todos esses brasileiros estão mortos. É um absurdo, o governo do PT assistiu essa carnificina e nada fez!”, vociferou o senador.

Desde 2003, o número de mortos no país é medido pelos 59.354 membros da Agência Nacional de Falecimentos, criada por Lula no início de sua administração.

“O Lula e a Dilma adoram falar que o PSDB não governava para os pobres ou que privatizava as estatais. Mas sempre se esquecem de dizer que, conosco no governo, todos esses quase 9 milhões de cidadãos estavam vivos. Porém, quando o PT assumiu, eles faleceram. Isso foi obra de Deus?”, questionou Aécio.

A direção nacional do PT rebateu as críticas do tucano afirmando que no mesmo período, milhões de pessoas nasceram no país.

“Durante o governo do PSDB, milhões de pessoas também morreram. Infelizmente, muitas delas já não estão mais entre nós para fazer a diferença nessas eleições”, declarou o senador petista Roberto Peixoto (PT-RR). “É uma fatalidade”.