Manifestantes e Polícia só empatam no último protesto amistoso antes do Mundial

protesto
No protesto preparatório, a PM testou diferentes formações contra os manifestantes

Um grupo de “black blocs” não passou de um empate com a Polícia Militar nesta terça-feira, em São Paulo, em amistoso preparatório para a Copa do Mundo.

Os manifestantes, que são favoritos ao Mundial deste ano, ameaçaram policiais com pedras e coquetéis molotov, mas o confronto terminou sem baleados.

Considerado como um evento-teste, o protesto de hoje revelou uma polícia organizada na defesa, mas com pouco entrosamento no disparo de balas de borracha.

Na segunda metade do ato, um manifestante fantasiado de Batman chegou a ameaçar um oficial da polícia, que mal respondeu às ofensas.

Analistas e sociólogos concordaram que ambos os lados se pouparam no confronto.

“Todos temos medo de ganhar uma contusão agora que a Copa tá chegando”, declarou o lider do movimento #NãoVaiTerCopa “Estamos esperando essa desde 1950, não podemos nos arriscar”. 

Os manifestantes viajam para Brasilía na sexta-feira para enfrentar o governo em sua estreia na competição.