Livros Didáticos no Brasil Não Terão Honduras em 2010

mapa-america-central-sem-honduras
Nos livros atualizados, o território de Honduras foi substituído por um Mar, repleto de belas praias e recifes de corais.

As relações diplomáticas já estremecidas entre Brasil e Honduras ganharam mais um ingrediente. Após não reconhecer a eleição de Porfírio “Pepe” Lobo como novo presidente de Honduras, Lula informou na manhã da ultima terça-feira, que já solicitou a exclusão de Honduras dos livros de Geografia e História distribuídos aos estudantes do Ensino Fundamental e Médio pelo país.

“Não faz o menor sentido apresentar para nossas crianças um país que não reconhecemos”, afirmou o presidente, que estava em Lisboa participando da Cúpula Ibero-americana. “Além do mais, a verdade é que já existem muitos países na América Central. Faremos um bem aos alunos, que não vão precisar decorar o nome de mais um país”.

Para Lula, o fato de os Estados Unidos terem adotado posição semelhante no passado justifica a medida. “Nos livros americanos, a Amazônia aparece pintada de branco, vermelho, azul com estrelas brancas, designando-a como área de livre trânsito. Oras, por que então não damos um pouco mais de praia aos países da América Central, como Nicarágua, Guatemala e Argélia?”.

Além das mudanças na Educação, outros Ministérios também preparam ações de repúdio. O Ministério dos Esportes, por exemplo, orientou Luis Felipe Scolari, o Felipão, a solicitar na FIFA a anulação da derrota brasileira contra Honduras pelas quartas-de-final da Copa America de 2001. Na ocasião o Brasil foi desclassificado e o lateral Belletti ficou muito mal na fita por marcar um gol contra.

O Ministéiro da Fazenda destinou para a reciclagem todo o estoque de Lempiras disponíveis no Banco Central. O equivalente a mais de 60 reais na moeda hondurenha foi completamente triturado.

O Palácio do Planato espera que os livros didáticos sejam atualizados já na edição de 2010. As outras medidas são esperadas para a semana antes do Natal, caso contrário, só em Março.