Levy Fidelix promete repaginada para voltar em 2014

Mais descontraído, o candidato tentará a “Levy Fidelixação do Brasil”.

O candidato do PRTB Levy Fidelix demonstrou certa indignação com os 0,06% de votos obtidos na última Eleição presidencial.

Para seu partido, os grandes responsáveis pela sua derrota foram PT e PSDB. Segundo o PRTB, esses partidos teriam devorado sua base eleitoral no pleito deste ano.

No entanto, para Fidelix, o inexpressivo resultado foi fruto de mau planejamento da por seu partido que, na sua visão, o apresentou à sociedade como um candidato sisudo e pouco amigável.

“Não basta apenas ter projetos à frente do nosso tempo como os meus. É fundamental a construção de uma boa imagem junto à população para que o eleitor se identifique com a gente”, ponderou Fidelix. “Neste ano o que o brasileiro realmente busca no Horário Eleitoral é descontração”, completou.

Em reunião fechada, a alta cúpula do PRTB decidiu após cerca de 17 minutos quais seriam as novas diretrizes para a carreira do promissor político.

“Todos nós acreditamos muito no potencial do Levy. Por isso iniciaremos ainda neste ano um sólido investimento no projeto para as próximas eleições presidenciais de 2014”, declarou Omar Onório, uma das autoridades do partido.

O projeto recebeu o nome de “Levy Fidelixação do Brasil” e vêm sendo mantido em extremo sigilo.

Especula-se que a preparação para as campanhas deverá incluir desde aulas de teatro e circo a sessões com “personal comedians”, profissionais especializados em desenvolver o senso de humor.

Além da parte intelectual, há também uma preocupação especial com o visual do candidato. Levy Fidelix já vem sendo flagrado utilizando originais apetrechos, sempre antenado as últimas tendências da moda, que prevê cores alegres e marcantes. Tudo friamente planejado pelos marqueteiros do partido.

Alguns temas para piadas já estariam inclusive definidos. A implantação do AeroTrem e a construção de uma Bomba Subatômica são dois assuntos que tendem a ser fortemente explorados.

O objetivo é que o posicionamento renda muitas gargalhadas do eleitor e, principalmente, muitos votos ao partido.