Federação Paulista escala Felipão como árbitro da final entre Santos e Corinthians

O xerife Felipão promete mostrar toda a classe da escola gaúcha de arbitragem.

Parece que a Federação Paulista finalmente resolveu atender aos anseios de Luis Felipe Scolari, técnico do Palmeiras.

Depois de ser expulso mais uma vez de campo por tentar “apitar o jogo” do banco de reservas alviverde, como ocorreu no Palmeiras x Corinthians do último domingo, a entidade escalou Felipão para apitar ao primeiro jogo da final do Campeonato Paulista.

Felipão aceitou o convite para mediar Corinthians e Santos com grande satisfação.

“Agora os torcedores, a imprensa e os atletas entenderão porque eu reclamo tanto das arbitragens”, comentou o comandante.

“Todo esse pessoal terá a oportunidade de assistir a como um juiz deve se comportar em campo. Se já berro do banco, que os caras se preparem pra ouvir bastante”, completou Scolari.

O treinador declarou que deve usar o estilo da escola gaúcha de arbitragem. “Não adianta esses guris magrelos e rápidos, como Neymar e Dentinho, ficarem se jogando que não darei falta. Uma final é uma guerra. Entradas ríspidas fazem parte do jogo”, ponderou.

Quem não gostou nada da novidade foi Tite, técnico do Timão. “O Felipão fala demais, é chororô demais. Com certeza, o que ele fará no domingo será assoprar demais o apito. O nível de jogabilidade da partida certamente será prejudicado”.

Do lado alvinegro praiano da decisão, nenhuma reclamação. “O Felipão é dos meus: barrigudo, usa aqueles agasalhos de tiozinho e boné velho. Com certeza vai fazer uma grande arbitragem. Aqui é trabalho, meu filho”, declarou Muricy Ramalho, terminando com seu famoso bordão.