Contusão de Drogba é parte de acordo Brasil-Japão

Após Drogba, a próxima vítima de Túlio Tanaka seria o português Cristiano Ronaldo.

Depois das contusões de Michael Ballack e David Beckham, hoje foi a vez de Didier Drogba se machucar logo antes do Mundial. Em amistoso com a Seleção do Japão, o jogador da Costa do Marfim teve o cotovelo contundido em uma disputa de bola no circulo central do gramado e pode desfalcar sua seleção na Copa.

No entanto, diferentemente dos outros desfalques, esse não foi um simples acidente. Aos poucos, aflora um complô provocado por mais uma aliança entre Brasil e Japão.

Informações de bastidores dão conta de que a Seleção Brasileira recrutou parte da equipe japonesa com o intuito de contundir jogadores de seus adversários. O principal indício da escolha do time nipônico é exatamente o jogador que provocou a contusão de Drogba: o brasileiro naturalizado japonês Marcus Túlio Tanaka.

O zagueiro, nascido em São Paulo, mora no Japão desde os 14 anos mas está motivado a cumprir sua missão de servir ao seu país.

Após desfalcar a Costa do Marfim, primeiro adversário brasileiro no Grupo G, a próxima tarefa dos japoneses é agendar um amistoso contra Portugal ainda nesta semana.

Como os lusos também enfrentarão o Brasil na primeira fase da Copa do Mundo, o principal objetivo é provocar uma lesão na estrela Cristiano Ronaldo. Para isso, Tanaka vem analisando DVDs com dribles do camisa 7 português. Dessa maneira, ele acredita conseguir dar um carrinho sem gerar qualquer suspeita e a contusão ser considerada como mais um acidente.

Questionado sobre um eventual confronto com o time japonês, o português Cristiano Ronaldo disse não entender a piada.