Devido a atrasos, Buenos Aires também será sede na Copa 2014

O estádio do Boca Juniors receberá jogos da Copa de 2014

A CBF anunciou hoje pela manhã uma novidade em relação aos estádios da Copa do Mundo de 2014, sediada no Brasil.

Por causa dos atrasos nas obras, o Comitê Organizador Local se viu obrigado a pedir ajuda para um país vizinho. Por isso, além das cidades brasileiras, o Mundial de 2014 terá uma sede bastante peculiar: Buenos Aires.

“É a cidade com maior capacidade para abrigar jogos de uma Copa do Mundo na América do Sul”, afirmou Leandro Borges, Sub-Gerente de Operações da Copa 2014.

“Buenos Aires, além da próximidade territorial com nosso país, ficando a apenas 500 km de distância do Rio Grande do Sul, possui grande estrutura de hotelaria e transportes. Já estamos negociando com Boca Juniors e River Plate, para ver se os jogos lá ocorrerão na Bombonera ou no Monumento da Nuñes”, conta Borges

Ele citou ainda outro argumentou que favoreceu Buenos Aires na escolha com 13º sede dos jogos. “Muito jornalistas estrangeiros, inclusive o próprio Jérôme Valcke (secretário geral) e outras pessoas ligadas à Fifa, já haviam me questionado porque a capital do Brasil não sediaria nenhum partida do mundial”, revelou Borges.

“Melhor do que explicar para eles que a capital na verdade seria Brasília, é não falar a verdade, mantendo um clima amistoso e divertido, deixando os entrageiros ‘decidirem’ se nossa capital é Brasilia, Buenos Aires, ou até mesmo o Rio de Janeiro”, divertiu-se.

Questionado se o Brasil, eventualmente, poderia jogar lá, afirmou que “não há nada que impeça que isso ocorra. Buenos Aires, apesar de ficar em outro país e podendo ter uma grande torcida de argentinos contra a seleção brasileira, será tratada pela CBF como uma sede como as outras, como se Natal, Cuiabá ou Jundiaí”.

A CBF já confirmou que Buenos Aires abirgará pelo menos 3 partidas da primeira-fase, 2 das oitavas e 1 das quartas de final.