De braços erguidos, Cristo Redentor volta a ser o mais alto

O Cristo Redentor carioca ganhou 7 metros com a nova pose.

A Prefeitura do Rio de Janeiro iniciou nesta terça-feira a retirada das telas de proteção que ocultaram o Cristo Redentor por quase duas semanas.

Com a remoção das telas, foi revelada a nova posição dos braços do principal monumento da cidade, agora erguidos para o alto, apontando as mãos para o céu.

Segundo a Secretaria de Turismo do Rio, a obra teve caráter emergencial. “Fomos obrigados a mudar os braços do Cristo quando vimos que a Polônia lançou uma estátua maior que a nossa”, comentou Roger Rogério Lima, subsecretário de Turismo da Cidade Maravilhosa.

No começo do mês, a pequena cidade polonesa de Swiebodzin inaugurou uma estátua de Cristo com 42 metros de altura.

Com os novos braços, a altura do Cristo carioca passa de 38 para 45 metros, o que garante o posto de estátua branca mais alta do mundo.

Com orçamento de R$ 7 milhões, custeado pela comunidade do Morro da Panela, o projeto de levante dos braços prevê ainda a colocação de uma bola de futebol de concreto na mão direita do Cristo.

A bola deve ser colocada até meados de 2014, para celebrar a Copa do Mundo no país.
“Ele será nosso grande goleiro. Defendendo nossa fé e fechando o gol dos cristãos”, diz Lima.

A mudança súbita na posição do Cristo provocou reações diversas na comunidade.

“Eu gostei bastante”, comentou Douglas de Miranda, 19, que vende doces a turistas no Corcovado. “Agora ele está muito mais parecido com o Super-homem. Parece que ele vai sair voando para combater o crime na cidade. Caraca, acho isso o máximo”, comentou.

Herbert Vianna foi um dos artistas que vociferaram contra a obra. “É um absurdo isso que estão fazendo! Em “Alagados” eu canto que a cidade que tem braços abertos no cartão postal. Como fica agora? É como se jogassem nossa obra no lixo”, declarou irritado o músico.

A nova estátua será inaugurada no próximo domingo, às 8h, com um pocket show de Padre Marcelo Rossi.