Crise: Gregos se negam a trocar camisas com nigerianos

Ao final da partida, os gregos famintos tentaram proteger suas vestes dos adversários.

A crise econômica da Grécia acabou resvalando na diplomacia do time helênico, que causou um constrangimento sem precedentes na história das Copas. Ao final do jogo contra a Nigéria os jogadores gregos se negaram a trocar camisas com seus adversários.

“Infelizmente nós trouxemos apenas dois jogos de uniforme. Como trocamos camisas com a Coreia do Sul, não temos mais como repetir essa gentileza, sob o risco de não termos camisa para o nosso último jogo, contra a Argentina”, disse o craque do time Salpingidis, responsável pelo primeiro gol grego em uma Copa do Mundo.

Para os jogadores nigerianos a decepção ficou evidente. “Eu achei o uniforme grego muito bonito. Eu até entendo que eles não queiram ficar com a nossa camisa, que é feia pra caramba, mas eu queria ter levado essa lembrança pra casa”, lamentou Kanu.

Por um placar de 2 a 1, a Grécia saiu vitoriosa da partida contra a Nigéria. No entanto, apesar de toda a alegria por vencerem sua primeira partida em Copas do Mundo, os jogadores comemoraram rapidamente e correram para os vestiários para comer um pouco de pão.