Antarctica vence concorrência e dará nome ao estádio do Palmeiras

Cervejaria dará nome ao estádio por um período de 8 anos

A cervejaria Antarctica foi anunciada hoje como vencedora da concorrência pelos naming rights do novo estádio do Palmeiras e, com isso, a arena será chamada de Parque Antárctica.

Prática comum na Europa e Estados Unidos, naming rigths ainda são pouco utilizados em praças esportivas do Brasil. Com o investimento da Antarctica, as obras na nova arena do Palmeiras terão ritmo acelerado e o estádio será postulante a ser sede dos Jogos da Terceira Idade de 2024.

“É com enorme felicidade e orgulho que recebemos essa notícia. Em uma ação inédita, teremos nosso nome atrelado ao estádio de uma equipe de ponta do futebol brasileiro”, comemorou Eduardo Cavalcante Ambrósio, diretor-adjunto de esportes da Ambev, proprietária da marca Antárctica.

A empresa pagará 375 mil reais pelo direto de batizar o estádio por um período de 8 anos.

“Esse apoio à construção da nossa nova casa é importante. E ter uma marca dessa ao nosso lado é melhor ainda. Vamos trabalhar firme para conseguir uma sinergia entre a Antarctica e o estádio. Queremos esse nome adotado pela torcida e pela imprensa”, explicou Enzo Gorlomi.

Ambrósio afirmou ter tido um trabalho em conjunto com a direção do Palmeiras para escolher o nome do estádio. “Não queríamos ir no mesmo caminho de todos os outros e chamar nosso estádio de Arena Antarctica. Esses nomes modernos não têm alma, não têm graça. Por isso optamos por Parque Antarctica, remete a algo mais tradicional, mais autêntico”.

Também participaram da concorrência o Açougue Porco Verde, a Motivação Palestras e a Sapataria Verdão.