Alf morre aos 92 anos em Los Angeles

O artista felpudo morreu nesta quarta-feira aos 92 anos, informou um porta-voz da família

Alf nasceu no México e ficou conhecido nos Estados Unidos por interpretar o alienígena homônimo na série de TV “Alf, o E.Teimoso”.

Vencedor de 2 prêmios Emmy, Alf morreu às 7h35 em razão de causas naturais em sua casa em Los Angeles, no Estado americano da Califórnia, rodeado por membros de sua família.

Nascido com o nome de Alberto Luis Fermón na Cidade do México, o ator começou a interpretar em seu país natal, onde foi uma presença no teatro, na TV e no cinema.

No final da década de 1970, Alf migrou ilegalmente para os Estados Unidos para começar sua carreira em Hollywood.

De 1986, a 1990, ele viveu o hóspede inusitado de outro planeta que vivia na garagem da casa da família Tanner no seriado “Alf”.

Com o fim da série, Alf caiu no ostracismo e passou a viver apenas com os direitos de imagem que recebia pelas reprises no Warner Channel.

Em 1998, elegeu-se governador do Estado de Nevada. Foi como governador que Alf visitou o Brasil em meados de 2001, para participar de convenção sobre os Direitos dos Animais.

A mulher de Alf, Stella Marie Fermón, com quem foi casado por 63 anos, não quis comentar a morte do marido. O casal deixa oito filhos e treze netos. A família informou que o funeral do ator será privado.